terça-feira, 7 de maio de 2013

A importância da Linhaça

 
Olá a todos!
Hoje venho falar-vos de mais um alimento que é amigo da nossa saúde e desta nossa dieta. O alimento de que vos vou falar chama-se linhaça, tem várias propriedades e pode ser usado na confecção de várias receitas.
 
 


 
A linhaça é rica em fibras, ômegas 3 e 6 (ácidos graxos), lignanas (fitoestrógenos), vitaminas A, E, B1, B6, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, ferro, cobre, zinco, manganês e selênio. Tem um sabor que faz lembrar a castanha, e é uma opção com ausência de glúten.

Sendo um dos alimentos mais ricos em ómega 3, é responsável por prevenir doenças cardiovasculares, evitando coágulos.
 
A Linhaça é um alimento que nos pode proporcionar diversos benefícios, nas várias fases da nossa vida, ajudando na prevenção de inúmeras patologias, e tem uma óptima actuação nos diversos sistemas do nosso organismo, tais como o sistema imunológico, rejuvenescimento das células, combate ao cancro... Vejam em baixo as acções que ela tem no nosso organismo.
 

Propriedades e acções da Linhaça no organismo
 

Ácidos Graxos:
 
Destacam-se pelo seu potencial preventivo, pois reduzem o colesterol total e o LDL (mau colesterol), aumentando o colesterol HDL (bom colesterol), e reduzem também a pressão arterial tendo um efeito cardioprotetor. O óleo de linhaça é uma fonte de ALA (ácido alfa linoléico) que previne a hipercolesterolemia, a trombose e ainda reduz a agregação plaquetária. O ômega 3 inibe a formação de mediadores pró-inflamatórios.
A ingestão do óleo é uma alternativa para o tratamento de deficiência lacrimal. Reduz a inflamação ocular, alivia ainda, sintomas de artrite reumatóide, psoríase, esclerose múltipla e lúpus. É indicado para peles secas, manchas, acne, espinhas e eczemas.
A sua ação antioxidante, faz dele um potente agente contra a formação de placas de ateroma, além de reforçar o sistema imunológico. É ainda coadjuvante no tratamento da depressão, melhora as funções mentais de idosos e de pessoas com problemas de conduta (esquizofrenia). Estudos demonstram que o ômega 3 presente na linhaça atua na prevenção de demência e mal de Alzheimer. O óleo de linhaça prensado a frio é fonte de vitamina E, uma vitamina antioxidante importante para manter a qualidade do óleo e evitar a oxidação/perda do ALA.

Lignanas:

Desempenham um importante papel no equilíbrio hormonal. Contribuem para a manutenção da saúde óssea e também na redução de risco do cancro hormônio dependente. Auxiliam no combate aos sintomas do TPM e menopausa, e previnem o aparecimento de cancro da mama. Têm também um efeito protector contra o cancro da próstata. Algumas pesquisas mostram que a linhaça é o principal alimento fonte de lignanas.

Fibras:

Auxiliam no controle da glicemia e das taxas de colesterol sanguíneo, diminuindo o risco de diabetes e doenças coronarianas. Previnem e reduzem o risco de cancro coloretal e a incidência de obesidade. Ajudam na digestão e no bom funcionamento do intestino.

Proteínas:

A proteína encontrada na semente de linhaça é uma boa fonte de arginina, glutamina e histidina, aminoácidos relacionados ao fortalecimento do sistema imunológico.
 
 
Já viram quantos benefícios uma simples semente nos proporciona? É de ficar completamente rendido aos seus encantos... :)

 
Existem dois tipos de semente de linhaça, a dourada e a vermelha. A semente de côr dourada tem uma casca mais fina, um sabor mais suave e uma digestão melhor quando comparada á de côr vermelha. Cresce em climas mais frios, e geralmente é importada do Canadá.
A linhaça vermelha, é nativa da região mediterrânea, adaptada ao clima quente e húmido. Apresenta uma casca um pouco mais dura e resistente, o que pode diminuir a biodisponibilidade dos seus nutrientes. Contudo, estudos científicos, já demonstram que não existe diferença significativa na atividade antioxidante e quantidade de nutrientes, nos dois tipos de linhaça.
 

Algumas Formas de consumir a linhaça
 

Os benefícios da linhaça aumentam quando a semente é moída ou triturada, uma vez que a sua casca é resistente à ação do suco gástrico e passa sem sofrer digestão no trato gastrointestinal. Um modo fácil de quebrar as sementes é passá-las levemente num liquidificador e de seguida guardar em um frasco bem fechado, de preferência de vidro e opaco, no frigorifico, e ao abrigo da luz por até três dias. Também pode ser utilizada no último cozimento de feijão ou sopa.

Na alimentação diária as sementes podem ser adicionadas a iogurtes, saladas, sumos, vitaminas e sopas. "Para aproveitar todos os benefícios que a linhaça oferece, as sementes devem ser trituradas. Outra opção é germiná-las. A farinha pode ser usada em receitas de pães e massas, em geral para aumentar a sua quantidade de fibra.

É possível também substituir o óleo ou gordura de uma receita por óleo de linhaça. Outra substituição interessante é trocar 1 ovo por 3 colheres (sopa) de linhaça, para dar liga ou consistência. Pode ser usada na preparação de panquecas e bolos.
Colocar 3 colheres de sopa de semente de linhaça em ½ copo de água, deixar de molho por 4 horas e adicionar na receita em substituição ao ovo. Em geral, a ingestão recomendada de linhaça é de 3 colheres de sobremesa ao dia.


Tipos de linhaça existentes no mercado 
 
 
 
 
  • Semente  - Grão intacto, com todas as suas propriedades.
  • Farinha - Obtida através das sementes de linhaça moídas. Se a farinha fôr parcialmente desengordurada, terá menor teor de ômegas 3 e 6 (gorduras) e de lignanas se comparada à semente inteira.
  • Óleo - É extraído da prensa das sementes de linhaça. Deve-se preferir os 100% integrais e naturais, obtidos por uma única prensagem a frio, sem aditivos ou solventes. A exposição ao calor, à luz e ao oxigênio provoca oxidação dos óleos, por isso é importante escolher os não refinados e embalados em garrafas à prova de luz (opacas).
  • Cápsulas - Uma forma de suplementar a dieta com ômega 3. O óleo de linhaça é encapsulado, tornando mais prática a sua administração.


Por experiência própria posso dizer que é um alimento fácil de colocar nas refeições diárias. Eu por exemplo já experimentei fazer panados de bife de peru, panando-os apenas com farinha de linhaça, e fritei-os depois em óleo bem quente.

Vejam mais opções no blog "As Delícias das Guerreiras".

Não deixem de experimentar, e contribuam para uma melhoria da vossa saúde e bem estar!

Fontes de Pesquisa:

- Site a Minha Vida - "Linhaca fortalece o coracao e controla o colesterol"

4 comentários:

  1. Bom dia, tenho uma amiga que me deu esta receita
    2 Embalagens de Ricotta;

    1 Frasco de Óleo de Linhaça 250 ml;

    3 Colheres de Sopa de Mel.

    Triturar com a varinha mágica, até estar tudo bem ligado.
    Ela disse que lhe indicaram que é optimo para quem tem problemas de cancer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela dica Maria, espero que nenhum de voces que me seguem, sofra dessa doença, mas é sempre bom estarmos informados!

      Eliminar
  2. Olá!
    A Linhaça pode ser consumida em qualquer fase da dieta?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Renata!
      Sim pode, nas com quantidade controlada.
      2 colheres de sopa p/ dia, é a recomendação da Dra. Ágata Roquette!

      Eliminar

Deixa aqui o teu comentário / dúvida, responderei o mais breve possível!

Poderás também gostar de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...